Skip to main content

A idade chega para todos

Voltar

A idade chega para todos, inclusive para os animais. É comum que a energia e a disposição diminuam, a visão e a audição comecem a falhar e algumas dores apareçam.

Por isso, os tutores devem estar atentos às mudanças e proporcionar cuidados adequados nessa nova rotina.

          Antigamente um cão era considerado idoso com seis anos de vida. Hoje com os avanços da medicina veterinária, alimentação e cuidados, eles passaram a viver mais e com uma qualidade de vida maior.

          Para que a qualidade de vida seja mantida na melhor idade, é necessário que as visitas ao veterinário se tornem mais frequentes. Um animal idoso tende a ter mais problemas de saúde, tais como, problemas cardíacos, renais e ortopédicos, por exemplo.

          A boa notícia é que você pode prevenir a maioria dos problemas de saúde, se diagnosticado cedo, por exemplo:

  • Uma rotina de passeios faz bem ao coração do seu pet, porém é necessário estar atento aos sinais, tais como tosse e respiração ofegante, estes podem ser sinais de que o coração dele não vai muito bem;
  • Perda de apetite e peso podem sinalizar que os rins precisam de atenção;
  • Dores e dificuldade na locomoção podem indicar o desenvolvimento de doenças degenerativas como a osteoartrite.

Apesar de não possuir cura, a osteoartrite possui tratamento e se realizado corretamente, pode devolver a qualidade de vida ao seu pet idoso. 

Com a administração de Cimalgex, um anti-inflamatório não esteroidal (AINE) é possível reduzir a dor e a inflamação associadas à osteoartrite. (consulte o veterinário sobre este medicamento).

De qualquer forma, é possível levar uma vida tranquila com um pet idoso, se os cuidados forem redobrados e a rotina adaptada às novas condições, além de muito amor e paciência nesta nova fase.

Dicas

  • As otites nos pets, normalmente, se manifestam através de sinais clássicos, como: coceira persistente, repetições no balançar de cabeça, odor, produção excessiva de secreções e dor. Caso seja observado um desses sinais, você deve levar o seu pet, imediatamente ao médico veterinário para que a causa seja identificada e prescrito o tratamento correto.
     

  • Para uma limpeza eficiente das orelhas do seu pet, primeiramente, é importante conhecer a estrutura do órgão. A orelha é dividida em 3 partes nos cães e gatos: orelha externa, média e interna.
     

  • Profissional da Vetoquinol Saúde Animal informa os sintomas, as doenças transmitidas e o método de prevenção

     

  • Uma das prováveis causas da maior sensibilidade à dor, também nos animais, nos dias frios é que as baixas temperaturas provocam constrição vascular e prejudicam a circulação do sangue no corpo.

    A necessidade de aquecimento da musculatura provoca uma contração que torna algumas partes do corpo mais doloridas, principalmente nas articulações dos animais mais velhos ou que tenham doenças como, por exemplo, a osteoartrite.

Produtos