Skip to main content

Cuidados e higiene do ouvido previnem doenças e infecções

Voltar

Assim como a tosa higiênica e a escovação dos dentes, a higiene dos ouvidos merece uma atenção constante dos tutores de pets.

As orelhas são sensíveis e podem ser a porta de entrada para possíveis doenças causadas por infecções e/ou inflamações.

Ao realizar a limpeza dos ouvidos, é importante verificar se há excesso de cera, feridas ou sujeiras, o excesso de cera pode ser um indício de que há uma infecção e/ou inflamação no ouvido e neste caso o cão precisará ser tratado com medicamentos.

Embora seja uma atividade complicada – tendo em vista que alguns cães costumam ficar bastante agitados quando alguém tenta mexer nessa região, esta é uma tarefa que não pode ser ignorada. A falta de limpeza dos ouvidos pode dar origem à otite, sarna de ouvido, infecções por objetos estranhos e tornar-se inflamações mais graves.

Os cães apresentam sinais de quando seus ouvidos não estão muito bem – por exemplo, balançar muito a cabeça (como se estivesse se secando após o banho), cheiro forte vindo das orelhas, feridas ou excesso de cera na parte interna da orelha/ouvido.

Durante a limpeza, é importante ser cuidadoso para não empurrar o cerúmen. Para evitar que isso aconteça, é importante utilizar  uma solução específica para limpeza otológica e seguir as instruções recomendadas na bula do produto ou recomendadas pelo médico veterinário.  

Identificar problemas auriculares não é uma tarefa difícil e possivelmente o cão apresentará os sinais acima citados. Ao identificar um dos sinais, agende uma consulta com um médico veterinário, pois além da otite (doença muito comum), há diversas doenças e inflamações sérias que podem se desenvolver no ouvido dos cães, e somente um profissional poderá examinar e identificar a melhor solução para o seu pet.

Solução Otológica é indicada para cães na higienização do pavilhão auricular e do conduto auditivo externo, facilitando a remoção do excesso de cerúmen. Possibilita maior eficácia nos tratamentos tópicos das afecções do conduto auditivo. Consulte um médico veterinário sobre a utilização.

Dicas

  • As otites nos pets, normalmente, se manifestam através de sinais clássicos, como: coceira persistente, repetições no balançar de cabeça, odor, produção excessiva de secreções e dor. Caso seja observado um desses sinais, você deve levar o seu pet, imediatamente ao médico veterinário para que a causa seja identificada e prescrito o tratamento correto.
     

  • Para uma limpeza eficiente das orelhas do seu pet, primeiramente, é importante conhecer a estrutura do órgão. A orelha é dividida em 3 partes nos cães e gatos: orelha externa, média e interna.
     

  • Profissional da Vetoquinol Saúde Animal informa os sintomas, as doenças transmitidas e o método de prevenção

     

  • Uma das prováveis causas da maior sensibilidade à dor, também nos animais, nos dias frios é que as baixas temperaturas provocam constrição vascular e prejudicam a circulação do sangue no corpo.

    A necessidade de aquecimento da musculatura provoca uma contração que torna algumas partes do corpo mais doloridas, principalmente nas articulações dos animais mais velhos ou que tenham doenças como, por exemplo, a osteoartrite.

 A importância da higienização dos ouvidos em pets

Produtos